Xistopedia

Dia de Agricultura Biológica - um património à mão de semear

Dia de Agricultura Biológica - um património à mão de semear
ambiente e biodiversidade
Uma saída de campo de manhã para identificar as plantas, e um módulo teórico à tarde incentivaram novos e velhos agricultores a deitarem mãos à terra ainda com mais fervor incorporando os conhecimentos adquiridos.

Na serpenteante estrada que nos leva a caminho de Janeiro de Cima, o céu azul e o sol ainda quente contrastam com o branco das nuvens entaladas no vale lá em baixo. Se dúvidas houvesse por onde anda o Rio Zêzere, basta seguir o nevoeiro que acompanha o seu curso. O Dia de Agricultura Biológica, que aconteceu no passado dia 17 de outubro, nesta Aldeia do Xisto do concelho do Fundão, é mais um passo na caminhada do Laboratório Terra - O Regresso do Linho. Este projeto, desenvolvido pelas Aldeias do Xisto e que promove o regresso da plantação do linho às margens do rio Zêzere, procura envolver toda a comunidade e recriar todo o ciclo de produção, transformação e comercialização do linho, incluindo o tingimento, a tecelagem e o desenho de novos produtos.

Ao descermos para a aldeia somos engolidos pelo nevoeiro húmido e frio que se espraia a partir do rio. Mais tarde há de levantar e deixar que o sol reverbere no orvalho das folhas como pequenos diamantes. Mas, por agora, há que apertar os casacos. O formador Ricardo Ferreira, está já na companhia de Lurdes, Ilídio e Filomena, habitantes de Janeiro de Cima, que se quiserem juntar à saída de campo da manhã. Pouco depois chega Neuza Caires, vinda do Fundão e que reservou a sua participação nesta experiência através do Bookinxisto.

Caminhar, olhar, colher

Mal andamos meia dúzia de passos, ainda dentro do núcleo urbano da aldeia, e já o Ricardo e a Lurdes se pegam à conversa debruçados sobre umas plantas debatendo os diferentes nomes por que são são conhecidas. A Lurdes tem um conhecimento profundo e alargado de muitas das espécies de plantas e vai apanhando exemplares de todas aquelas com que se cruza. Ficamos a saber que há muitas que se podem comer em saladas, como por exemplo o Dente de Leão, muito comum nos relvados e excelente para desintoxicar o sangue; os Trevos, que podem substituir o sal, porque são ácidos e dão um toque avinagrado ao tempero; os rebentos ainda jovens da Silva; e o Saramago, de sabor muito idêntico à rúcula. Mas nestas coisas importa mesmo saber o que se colhe o que se come e, tal como se faz com os cogumelos, em caso de dúvida não há dúvida: é deixar estar e procurar outras espécies que se conheçam muito bem. A Dedaleira, por exemplo, fornece a digitalina para uso farmacêutico em casos de problemas cardíacos, mas ingerida pode ser letal.

Qualquer planta aromática tem aplicações medicinais e as pessoas nas aldeias ainda mantêm esse conhecimento empírico passado de geração em geração. Para isso é preciso ouvir com atenção, andar pelos campos e olhar para as plantas. É um património cultural e medicinal que está literalmente à mão de semear: são dezenas as plantas que se encontram neste curto percurso em redor de Janeiro de Cima, entusiasmando todos os participantes. A Avoadinha, também conhecida por Rabo de Raposa, é excelente para as diarreias. É uma das muitas plantas exóticas que têm sido introduzidas no nosso País ao longo dos anos, seja porque vêm a reboque nos transportes internacionais de rações e sementes, seja, nomeadamente no caso das plantas ornamentais, porque as pessoas simplesmente as importaram para embelezar os jardins.

O passeio anda lento, tal é o entusiasmo com que o grupo debate cada planta que encontra no caminho. E o conhecimento não pára de jorrar. O aroma da hortelã brava inunda de súbito o ar, e Lurdes apressa-se a dizer que, antigamente, quando havia muitos mosquitos, bastava pôr um raminho em cada orelha para impedir as picadas. Não há mosquitos, por isso ninguém experimenta, mas fica a imagem. Adiante! A Pimpinela é boa para as gripes. O Espinafre selvagem é uma iguaria muito versátil e saborosa na cozinha. O Trovisco, cortado pelo caule e enfiado na terra, afasta as toupeiras. Se dermos um banho de infusão de Giesta aos animais, ajudamo-los a libertarem-se de parasitas. A Hera combate a queda de cabelo e a caspa.

Embrenhamo-nos por carreiros em direção ao rio. Ilídio pára e olha em redor para as memórias daqueles passos. Este foi o caminho que mais fez na vida. A sua família tinha o terreno do outro lado do rio, que tinha de ser cultivado e cuidado todos os dias. Para isso era preciso ir de barca. Aliás, toda a gente em Janeiro de Cima tinha uma barca. "Antigamente, às vezes queríamos pôr o nosso barco na água e não conseguíamos, tal era a quantidade de outras barcas nas margens", lembra Filomena Latado. Hoje ainda lá está uma, solitária, coberta de pouco uso. O rio corre tranquilo deixando-se enamorar pela luxuriante vegetação refletida na superfície. O tempo é tão presente aqui.

Princípios da Agricultura Bológica

Depois de almoço, no lagar, a parte teórica tem mais público. Cerca de 16 pessoas, a maioria da aldeia, vieram conhecer os princípios da agricultura biológica. Começa por ter de se conhecer o ecossistema, a flora, a fauna e os aspetos geológicos: identificar árvores, arbustos e coberto vegetal, plantas para agricultura biológica e também plantas aromáticas, medicinais e espontâneas comestíveis. Importante é também conhecer os tipos de solo e decidir se se deve ou não mobilizá-los. Este workshop incidia fundamentalmente sobre os adubos, herbicidas, pesticidas e fungicidas naturais, por isso houve mais debate em redor das aplicações da compostagem e chorumes (termo usado para os adubos, herbicidas, pesticidas e fungicidas naturais).

"Estou a adorar", exclama Neuza Caires. Veio do Fundão de propósito, porque quer "usufruir melhor a vida" começando uma horta biológica no seu pequeno terreno de 2.500m2. "Só aquilo que aprendi hoje já acrescenta imensa informação ao que quero fazer", conclui. Garante que vai ser uma participante assíduas das ações do projeto O Regresso do Linho. Já Isaura Dias dos Santos, habitante de Janeiro de Cima, está nos antípodas das sua colega de workshop. Há 30 anos que cultiva uma horta. Mas ainda assim sabe que nunca se sabe tudo, como por exemplo "plantas que não sabia o nome, nem as suas utilizações". E entusiasmada remata que, depois do que viu e ouviu, vai "alterar algumas coisas na maneira de trabalhar a horta".

Texto e fotos: Bruno Ramos

explorar

restauração
Casa Ti'Augusta
Casa Ti'Augusta
Figueira
restauração
Callum
Callum
Oleiros
restauração
Varanda do Casal
Varanda do Casal
Casal de São Simão
restauração
Sabores da Aldeia
Sabores da Aldeia
restauração
Fiado Restaurante
Fiado Restaurante
Janeiro de Cima
restauração
Restaurante Fugas
Restaurante Fugas
restauração
Museu da Chanfana
Museu da Chanfana
Miranda do Corvo
restauração
As Beiras
As Beiras
Pampilhosa da Serra
restauração
Bem-Me-Quer
Bem-Me-Quer
Martim Branco
alojamento
Casa Cova do Barro
Casa Cova do Barro
Janeiro de Cima
alojamento
Aqua Village Health Resort & SPA
Aqua Village Health Resort & SPA
Caldas de São Paulo
alojamento
Casa do Talasnal
Casa do Talasnal
Talasnal
alojamento
Casas de Água Formosa
Casas de Água Formosa
Vila de Rei
alojamento
Casa Lausus
Casa Lausus
Talasnal
alojamento
Hostel Casa do Caminheiro
Hostel Casa do Caminheiro
Talasnal
alojamento
Casas da Serra do Açor
Casas da Serra do Açor
Casal Novo, Arganil
alojamento
Aldeia Oliveiras
Aldeia Oliveiras
Proença-a-Nova
alojamento
Mountain Whisper
Mountain Whisper
Gondramaz
património
Igreja Matriz de Aldeia das Dez - S. Bartolomeu
Igreja Matriz de Aldeia das Dez - S. Bartolomeu
aldeia
Sobral de São Miguel
Sobral de São Miguel
experiências
River Walking - Caminhada Aquática na Eireira
River Walking - Caminhada Aquática na Eireira
percurso
Centro Cyclin'Portugal da Serra do Açor - Coja (P31 - Verde)
Centro Cyclin'Portugal da Serra do Açor - Coja (P31 - Verde)
aldeia
Figueira
Figueira
experiências
Aventura Épica XL
Aventura Épica XL
percurso
Centro Cyclin'Portugal de Tábua (P5 - Preto)
Centro Cyclin'Portugal de Tábua (P5 - Preto)
Quinta da Palmeira – Country House Retreat & Spa
experiências
Passeio Geológico de Foz do Cobrão e Sobral Fernando
Passeio Geológico de Foz do Cobrão e Sobral Fernando
aldeia
Ferraria de São João
Ferraria de São João
percurso
Centro Cyclin'Portugal da Praia Fluvial da Fróia (P31 - Verde)
Centro Cyclin'Portugal da Praia Fluvial da Fróia (P31 - Verde)
património
Villa Romana do Rabaçal
Villa Romana do Rabaçal
património
Ponte Medieval de Alvoco das Várzeas
Ponte Medieval de Alvoco das Várzeas

próximos eventos

evento
Concurso de fotografia "A VER Figueiró dos Vinhos"
Concurso de fotografia "A VER Figueiró dos Vinhos"
01 mar 2024 - 30 set 2024, 10:00
evento
Festival Gastronómico Sabores da Cereja
Festival Gastronómico Sabores da Cereja
01 jun 2024 - 30 jun 2024, 07:00
Fundão
evento
Doze Meses, Doze Caminhadas
Doze Meses, Doze Caminhadas
16 jun 2024 - 01 dez 2024
evento
Curso de Máscaras, Som e Cerâmica
Curso de Máscaras, Som e Cerâmica
19 jun 2024 - 25 jun 2024, 10:00
Cerdeira
evento
Talasnal ao Luar
Talasnal ao Luar
21 jun 2024 - 13 dez 2024, 20:30
Talasnal
evento
As Aldeias, A Floresta e O Fogo
As Aldeias, A Floresta e O Fogo
22 jun 2024, 09:00
Ferraria de São João
evento
Raiz d'Aldeia 2024
Raiz d'Aldeia 2024
26 jun 2024 - 30 jun 2024, 21:00
Janeiro de Cima
evento
Workshop de Talha em Madeira de Castanho
Workshop de Talha em Madeira de Castanho
29 jun 2024 - 02 jul 2024, 10:00
Cerdeira
evento
Maratona de Leitura
Maratona de Leitura
04 jul 2024 - 06 jul 2024, 11:00
evento
Gravity Fest 2024
Gravity Fest 2024
13 jul 2024 - 14 jul 2024, 09:00
Fajão
evento
Festival de Gastronomia do Maranho
Festival de Gastronomia do Maranho
18 jul 2024 - 21 jul 2024, 17:00
Sertã
evento
Curso de Cerâmica e Cozedura a Lenha
Curso de Cerâmica e Cozedura a Lenha
19 jul 2024 - 28 jul 2024, 16:00
Cerdeira
evento
Mostra de Xinema da Benfeita
Mostra de Xinema da Benfeita
04 ago 2024 - 08 ago 2024, 21:15
Benfeita
evento
Benfeita Trail 2024
Benfeita Trail 2024
11 ago 2024, 09:00
Benfeita
evento
Cerâmica Japonesa e Ikebana
Cerâmica Japonesa e Ikebana
06 set 2024 - 15 set 2024, 15:00
Cerdeira
evento
Curso Paper Clay
Curso Paper Clay
24 set 2024 - 29 set 2024, 15:00
Cerdeira