ALDEIAS

Cerdeira

serra da lousã
Serra da LousãCerdeira
Cerdeira
cerdeira, lousã
Onde vive a inspiração. Percorrer a aldeia é um exercício físico e sensorial. A cada passo há um recanto, um beco, um elemento que não se sabe se ali foi colocado pelo Homem ou pela Natureza. Não há dissonâncias. Há o som da tranquilidade.

Ao entrarmos na Cerdeira, descendo até ao pequeno regato, deparamos com o perfil desalinhado das construções. O tom dominante do xisto sobrepõe-se ao verde das encostas, ao azul do céu ou ao branco das nuvens.

Os habitantes desta e de outras aldeias deverão ter frequentado a universidade da serra. Os edifícios foram implantados sobre um morro rochoso, não ocupando as escassas áreas mais planas que dedicaram à agricultura. Uma obra de engenharia rodeou a aldeia com uma escadaria de socalcos que seguram a terra que as chuvas e a erosão levavam encosta abaixo. A implantação e a arquitetura das construções parecem ter obedecido a um plano que teve como objetivo maravilhar os visitantes no século XXI.

A Cerdeira é um local mágico. Logo à entrada, uma pequena ponte convida-nos a conhecer um punhado de casas que espreitam por entre a folhagem. Parece que atravessamos um portal para um mundo fantástico. Tudo parece perfeito neste cenário profundamente romântico. O chão de ardósia guia-nos por um caminho até uma fonte no meio de uma frondosa vegetação.

Entre encostas declivosas rasgadas por linhas de água que se precipitam lá do cimo, a Cerdeira aninha-se na mais bucólica envolvente. Esta é uma aldeia que a arte e a criatividade ajudaram a refundar. É, atualmente, um local de criação artística, através de residências artísticas internacionais, da realização de workshops de formação e de pequenas experiências criativas, em suma, um lugar para retiros criativos, de bem-estar, tirando partido da sua riqueza natural, do silêncio e de todas as infraestruturas criadas: os alojamentos, a Escola de Artes e Ofícios, os ateliers, a Biblioteca, a Galeria, o Forno comunitário, o Café da Videira e a Taberna das Artes.

Anualmente, em julho, a aldeia acolhe o festival Elementos à Solta – Art meets Nature, que reúne criadores contemporâneos de diferentes áreas e transforma a aldeia numa galeria de arte ao ar livre, com espaço para todo o tipo de expressão artística.

  • território

    É uma das cinco Aldeias do Xisto do concelho da Lousã, tal como as restantes, localizada na profundamente escavada bacia hidrográfica da Ribeira de São João, o principal curso de água a drenar este flanco da serra, a oeste do seu ponto mais elevado (Trevim, a 1204m).

    A aldeia desenvolve-se quase na vertical de uma encosta, ao longo da qual o pardo casario de xisto forma como que uma escadaria. Entre as casas, uma única e íngreme viela transporta-nos, num traçado sinuoso, ao topo e ao fundo da aldeia.  Entre encostas declivosas rasgadas por linhas de água que se precipitam lá do cimo, a Cerdeira aninha-se, na mais bucólica envolvente. Em linha recta o ponto mais alto da serra está ali, a pouco mais de mil metros. Mas visto da aldeia parece que toca o céu.

  • natureza

    A Cerdeira está integrada no Sítio de Importância Comunitária da Serra da Lousã, da Rede Natura 2000. Frequentemente encontramos veados mesmo à entrada da aldeia. Ao entrar na aldeia passamos uma ponte de madeira que cruza um pequeno riacho. Mas, do vale, no fundo da aldeia, eleva-se o canto tumultuoso de águas agitadas. Como parte de um presépio disposto na encosta da serra voltada a sul e poente, a aldeia da Cerdeira tomou espontaneamente a configuração de um teatro entrecortado pelo sulco serpenteante de uma ribeira. É a Ribeira da Cerdeira, que transporta as águas que se precipitam das encostas ocidentais mais elevadas da Serra da Lousã.

    O movimento da água parece querer animar a aldeia que estabelece uma íntima relação com o curso de água, ao longo do qual se foram instalando alguns moinhos e sistemas de rega. Aqui passam, em rápida corrida, as águas que caíram no Trevim no seu percurso para encontrarem a Ribeira de S. João, o rio Arouce, o rio Ceira e o rio Mondego.

  • história e estórias

    Em termos gerais, a história desta aldeia é comum às histórias das restantes quatro Aldeia do Xisto do concelho da Lousã.  A fixação da população nas aldeias da Serra da Lousã terá ocorrido a partir da segunda metade do séc. XVII ou pelo início do séc. XVIII. Até então a ocupação seria apenas sazonal, na primavera e verão, nomeadamente com atividades pastoris. De facto no “Cadastro da população do reino (1527)“ nenhuma destas aldeias é referida no termo da Lousã.  Os documentos mais antigos que indiciam a sua ocupação são uma multa infligida pela Câmara da Lousã em 1679 e o registo de propriedades foreiras ordenado por D. Pedro II, de 1687.

    No início do séc. XIX apenas o Candal e a Cerdeira escaparam ao saque do exército napoleónico. Em 1885 a população das sete aldeias (as cinco Aldeias do Xisto, mais Catarredor e Vaqueirinho) corresponderia a 8,7% do total da freguesia da Lousã (5340 habitantes).

    Teve seis moinhos hidráulicos e dois rebanhos, com um total de 800 cabeças. O Plano de Fomento Florestal do Estado Novo, do início da década de 1940, arborizou as áreas de pastoreio e ditou o declínio desta e das outras aldeias.
    Referem os censos que o maior número de habitantes se registou em 1940: eram 79.

    A origem do nome
    Cerdeira ou Sardeira, em português antigo, identifica a árvore que, hoje em dia, é mais vulgarmente designada por cerejeira. Presume-se que o lugar da aldeia exibira elementos desta espécie, até porque o local é propício à ocorrência espontânea e ao desenvolvimento desta árvore.

    O fim do mundo
    O nosso mundo pode acabar de muitas maneiras. Para os três últimos habitantes primitivos da Cerdeira, o fim do mundo aconteceu na década de 1970, após uma discussão sobre a partilha de um bem escasso: a água. Augusto Constantino teve o azar de esboçar com o sacho um golpe ameaçador, mas que bastou para acabar com a vida na aldeia. O realizador português João Mário Grilo, em 1992, adapta a história para argumento do seu filme “O fim do mundo”, de 64 minutos, ficcionando o fim desse ciclo da aldeia. O argumento não retrata a verdade dos acontecimentos. De facto, Constantino sempre foi um homem respeitado na aldeia. E em 1983, depois de cumprida a pena, regressou. O seu antigo mundo tinha acabado. Mas encontrou um mundo novo, de braços abertos, onde viveu durante nove anos, ensinando e partilhando os seus conhecimentos com alguns dos atuais habitantes. Justiça à sua memória.

    Povo que canta
    No início da década de 1970, Michel Giacometti e o realizador da RTP, Alfredo Tropa, deambularam durante dois anos por todo o País, efetuando uma memorável recolha sobre a música popular portuguesa. No Santo António da Neve, recolheram manifestações musicais que ocorriam aquando daquela romaria. Um dos intérpretes populares era um habitante da vizinha povoação do Franco.

  • património

    A aldeia dispõe, basicamente, de uma ruela, declivosa, que liga o seu topo à ribeira que corre no fundo do vale. As construções dispõem-se irregularmente ao longo dela, com pequenos recantos entre elas. O material de construção predominante é um xisto escuro e nenhuma fachada se encontra rebocada.

    Os edifícios da Cerdeira guardam, depois de recuperadas, as memórias e a arquitetura de outros tempos. A tradicional pedra de xisto é usada tanto nas habitações como nos currais para animais, e ganha reflexos muito especiais quando o sol atravessa o ar húmido da serra. Ao crescer sobre o terreno inclinado, o casario foi-se implantando de frente para o astro-rei e os caminhos esculpiram-se nos afloramentos rochosos sem distinção clara entre o público e o privado, resultando em ambientes intimistas, como autênticas gravuras.

    Merecem destaque:

    • Capela Nº Srª de Fátima
    • Fonte
      Construída em 1938 pela Câmara Municipal da Lousã, no caminho pedonal de acesso à aldeia. Com água de nascente.
    • Alminha
      Corresponde a um nicho na fachada de uma casa particular. No seu interior, uma tábua pintada é um ex voto dedicado ao Senhor dos Aflitos, cujo texto mantém toda a atualidade:
      MILAGRE QUE FEZ O SENHOR DOS AFLITOS
      Á ALDEIA DA CERDEIRA QUE NÃO A DEIXOU
      MORRER E QUE SEMPRE PROTEGEU
      OS FILHOS DA CERDEIRA POR ESTE MUNDO FORA
    • Casa das Artes e Ofícios
      Foi reconstruído ao abrigo do programa ECO-ARQ segundo critérios de eco-reabilitação: emprego de materiais e técnicas de construção locais, com baixa emissão de CO2 (pedra de xisto e argamassa de barro, madeira de castanheiro e placas de granulado de cortiça como isolamento térmico). Hoje alberga iniciativas de turismo criativo e artístico.
  • festividades
    • Julho ou Agosto: Festa de Nossa Senhora de Fátima - Festa da aldeia
    • Julho: Encontro dos povos serranos (Santo António da Neve)
    • 2º fim de semana de Julho: Elementos à solta - Art meets nature
  • produtos
    • Artesanato de Kerstin Thomas/Atelier da Cerdeira
    • Produtos Planta do Xisto (agricultura biológica)
    • Mel de urze
  • como chegar

    De Norte e de Sul
    Seguir pela A1 até à saída n.º11 (Lousã/Condeixa). Seguir a N342 em direcção à Lousã. Chegando à Lousã, seguir pela N236 em direcção a Castanheira de Pera, até encontrar a placa indicativa da Aldeia.

  • nome dos habitantes
    cerdeirenses
  • padroeiro
    nossa senhora de fátima
  • ex libris
    caminho de acesso à aldeia e vestígios artísticos

explorar

restauração
Restaurante Pátio do Xisto
Restaurante Pátio do Xisto
Gondramaz, Miranda do Corvo
alojamento
Cerdeira - Home for Creativity - HOSTEL
Cerdeira - Home for Creativity - HOSTEL
Lousã
alojamento
Cerdeira - Home for Creativity
Cerdeira - Home for Creativity
Lousã
alojamento
Casa das Bugalhas
Casa das Bugalhas
Candal
alojamento
Hostel Casa do Caminheiro
Hostel Casa do Caminheiro
Talasnal
alojamento
Casa Princesa Peralta
Casa Princesa Peralta
Talasnal
alojamento
Casa Lausus
Casa Lausus
Talasnal
alojamento
Casa dos Amigos
Casa dos Amigos
Casal Novo
alojamento
Palácio da Lousã Boutique Hotel ****
Palácio da Lousã Boutique Hotel ****
Lousã
alojamento
Casa de Campo da Comareira
Casa de Campo da Comareira
Comareira
alojamento
Casa da Cerejinha
Casa da Cerejinha
Góis
alojamento
Casa do Neveiro
Casa do Neveiro
Góis
alojamento
BLUESKY By Camelo Casas de Campo
BLUESKY By Camelo Casas de Campo
Aldeia do Camelo
alojamento
Mountain Whisper
Mountain Whisper
Gondramaz
alojamento
Pátio do Xisto
Pátio do Xisto
Gondramaz, Miranda do Corvo
alojamento
Retiro do Gondramaz
Retiro do Gondramaz
Gondramaz
alojamento
Quinta dos Esconhais
Quinta dos Esconhais
Castanheira de Pêra
associações
Escola Artes e Ofícios da Cerdeira
Escola Artes e Ofícios da Cerdeira
Cerdeira, Lousã
produtores
Planta do Xisto
Planta do Xisto
Cerdeira
aldeia
Candal
Candal
percurso
PR4 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota das Quatro Aldeias
PR4 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota das Quatro Aldeias
aldeia
Talasnal
Talasnal
aldeia
Chiqueiro
Chiqueiro
aldeia
Casal Novo
Casal Novo
experiências
Escapadinha de E-Bike nas Aldeias do Xisto
Escapadinha de E-Bike nas Aldeias do Xisto
percurso
PR3 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota da Levada
PR3 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota da Levada
património
Castelo da Lousã
Castelo da Lousã
percurso
PR2 Lousã - Rota das Aldeias do Xisto da Lousã
PR2 Lousã - Rota das Aldeias do Xisto da Lousã
Casa Princesa Peralta
percurso
PR5 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota dos Serranos
PR5 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota dos Serranos
Casa Princesa Peralta
património
Santo António da Neve
Santo António da Neve
aldeia
Aigra Velha
Aigra Velha
aldeia
Aigra Nova
Aigra Nova
associações
Lousitânea - Liga de Amigos da Serra da Lousã
Lousitânea - Liga de Amigos da Serra da Lousã
Aigra Nova, Góis
percurso
Subida Épica: Lousã - Trevim
Subida Épica: Lousã - Trevim
Casa Princesa Peralta
percurso
PR 1 GOI - Caminho Aldeias de Góis  Rota das Tradições do Xisto
PR 1 GOI - Caminho Aldeias de Góis Rota das Tradições do Xisto
percurso
PR 1 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota dos Moinhos
PR 1 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota dos Moinhos
Casa Princesa Peralta
institucional
Câmara Municipal da Lousã
Câmara Municipal da Lousã
Lousã
associações
Activar - Associação de Cooperação da Lousã
Activar - Associação de Cooperação da Lousã
Lousã
associações
Montanha Clube
Montanha Clube
Lousã
associações
ARCIL - Associação para Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã
ARCIL - Associação para Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã
Lousã
institucional
Junta de Freguesia da Lousã e Vilarinho
Junta de Freguesia da Lousã e Vilarinho
Lousã
associações
Conselho Directivo dos Baldios da Lousã
Conselho Directivo dos Baldios da Lousã
Lousã
produtores
Lousãmel
Lousãmel
Lousã
associações
GERL - Grupo Etnográfico da Região da Lousã
GERL - Grupo Etnográfico da Região da Lousã
Lousã
aldeia
Comareira
Comareira
percurso
PR7 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - À Descoberta da Floresta
PR7 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - À Descoberta da Floresta
aldeia
Pena
Pena
percurso
Estrada Panorâmica: Pena - Fajão
Estrada Panorâmica: Pena - Fajão
percurso
PR6 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota dos Baldios
PR6 LSA - Caminho do Xisto da Lousã - Rota dos Baldios
Casa Princesa Peralta
percurso
PR 9 GOI - Caminho do Xisto das Aldeias de Góis – Trilho do Baile
PR 9 GOI - Caminho do Xisto das Aldeias de Góis – Trilho do Baile
aldeia
Gondramaz
Gondramaz
institucional
Junta de Freguesia de Vila Nova
Junta de Freguesia de Vila Nova
percurso
PR2 MCV - Caminho do Xisto do Gondramaz - Nos Passos do Moleiro
PR2 MCV - Caminho do Xisto do Gondramaz - Nos Passos do Moleiro
percurso
PR1 MCV - Caminho do Xisto Acessível do Gondramaz
PR1 MCV - Caminho do Xisto Acessível do Gondramaz
percurso
Subida Épica: Castanheira de Pera - Trevim
Subida Épica: Castanheira de Pera - Trevim
Casa Princesa Peralta
institucional
Câmara Municipal de Castanheira de Pera
Câmara Municipal de Castanheira de Pera
Castanheira de Pêra

próximos eventos

evento
Exposição de Fotografia: "A Ver Figueiró dos Vinhos" 2022
Exposição de Fotografia: "A Ver Figueiró dos Vinhos" 2022
19 nov 2022 - 08 jan 2023, 11:00
evento
Natal no Candal
Natal no Candal
01 dez 2022 - 08 jan 2023, 10:00
Candal
evento
Natal na Lousã 2022
Natal na Lousã 2022
01 dez 2022 - 02 jan 2023, 10:00
Candal, Talasnal
evento
Percurso no Sobreiral
Percurso no Sobreiral
04 dez 2022, 10:30
Ferraria de São João
evento
Retratos de Natal em Góis
Retratos de Natal em Góis
05 dez 2022 - 06 jan 2023, 17:00
evento
Natal Serrano 2022
Natal Serrano 2022
07 dez 2022 - 18 dez 2022, 17:00
evento
Penela Presépio 2022
Penela Presépio 2022
08 dez 2022 - 08 jan 2023, 10:00
Penela
evento
Talasnal ao Luar
Talasnal ao Luar
09 dez 2022, 20:00
Talasnal
evento
4.ª Prova do Circuito Aldeias do Xisto Carrinhos de Rolamentos 2022 - Pedrógão Pequeno
4.ª Prova do Circuito Aldeias do Xisto Carrinhos de Rolamentos 2022 - Pedrógão Pequeno
11 dez 2022, 09:00
Pedrógão Pequeno